Início Artigos 105 Versículos sobre Páscoa

105 Versículos sobre Páscoa

12 min de leitura

A páscoa é sem dúvida uma das maiores e mais importantes celebrações da fé cristã. Jesus se entregou na cruz em favor dos nossos pecados, foi morto, mas ao terceiro dia ressuscitou e está vivo!

Jesus é o cordeiro santo de Deus e o verdadeiro sentido da páscoa, que se cumpriu através do seu sacrifício puro e verdadeiro. Ele venceu a morte para que hoje tenhamos vida e através dele a salvação da nossa alma.

10 Principais Versículos sobre Páscoa

25 Então Jesus disse: ´Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim viverá, mesmo depois de morrer.

19 e o entregarão aos gentios, para que zombem dele, o açoitem e o crucifiquem. No terceiro dia, porém, ele ressuscitará`.

53 Saíram do cemitério depois da ressurreição de Jesus, entraram na cidade santa de Jerusalém e apareceram a muita gente.

3 Todo louvor seja a Deus, o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Por sua grande misericórdia, ele nos fez nascer de novo, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos. Agora temos uma viva esperança

21 Em seguida, Moisés mandou chamar todos os líderes de Israel e lhes disse: ´Vão, escolham um cordeiro ou um cabrito para cada família e sacrifiquem o animal para a Páscoa.

16 E, se não existe ressurreição dos mortos, então Cristo também não ressuscitou.

19 Teus mortos, porém, viverão; seus corpos ressuscitarão. Aqueles que dormem na terra se levantarão e cantarão de alegria. Pois tua luz que dá vida descerá como o orvalho sobre teu povo no lugar dos mortos.

15 Mataram o autor da vida, mas Deus o ressuscitou dos mortos. E nós somos testemunhas desse fato!

33 Com grande poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e sobre todos eles havia grande graça.

34 Quem nos condenará, então? Ninguém, pois Cristo Jesus morreu e ressuscitou e está sentado no lugar de honra, à direita de Deus, intercedendo por nós.

60 Versículos sobre Páscoa no Antigo Testamento

11 ´Estas são as instruções para quando fizerem a refeição. Estejam vestidos para a viagem, de sandálias nos pés e cajado na mão. Façam a refeição apressadamente, pois é a Páscoa do Senhor.

27 e vocês responderão: ´É o sacrifício da Páscoa para o Senhor, pois ele passou por sobre as casas dos israelitas no Egito. E, embora tenha abatido os egípcios, poupou nossas famílias“. Então todos que ali estavam se prostraram e adoraram.

43 Então o Senhor disse a Moisés e a Arão: ´Estas são as instruções para a festa da Páscoa. Nenhum estrangeiro poderá comer a ceia de Páscoa.

44 O escravo comprado poderá comer da Páscoa, depois de circuncidado,

46 Cada cordeiro de Páscoa será comido em uma só casa. Nenhum pedaço de carne será levado para fora, e nenhum osso do cordeiro será quebrado.

47 Toda a comunidade de Israel celebrará a festa da Páscoa.

48 ´Se os estrangeiros que vivem entre vocês quiserem celebrar a Páscoa do Senhor, todos os homens dentre eles devem ser circuncidados. Só então poderão celebrar a Páscoa com vocês, como qualquer israelita de nascimento. Os homens que não forem circuncidados, porém, jamais poderão participar da ceia de Páscoa.

25 ´Não ofereça o sangue de meus sacrifícios com pão que contenha fermento. Não guarde até a manhã seguinte carne alguma do sacrifício de Páscoa.

3 – Seis dias vocês trabalharão, mas o sétimo dia será o sábado de descanso solene, santa convocação; não façam nenhuma obra; é sábado dedicado ao Senhor onde quer que vocês morarem. A Páscoa e os Pães sem Fermento

5 ´A Páscoa do Senhor começa ao entardecer do décimo quarto dia do primeiro mês.

2 ´Instrua os israelitas a celebrarem a Páscoa no tempo determinado,

3 ao entardecer do décimo quarto dia do primeiro mês. Siga todos os meus decretos e estatutos a respeito dessa celebração`.

4 Então Moisés instruiu o povo a celebrar a Páscoa

5 no deserto do Sinai, ao entardecer do décimo quarto dia do primeiro mês. Eles celebraram a festa ali, conforme o Senhor havia ordenado a Moisés.

6 Alguns dos homens, porém, estavam cerimonialmente impuros por terem tocado num cadáver, e não puderam celebrar a Páscoa naquele dia. Eles se dirigiram a Moisés e Arão no mesmo dia

10 ´Dê as seguintes instruções ao povo de Israel. Se alguém do povo, agora ou nas gerações futuras, estiver cerimonialmente impuro no tempo da Páscoa por haver tocado num cadáver, ou se estiver viajando e não puder comparecer à cerimônia, ainda assim celebrará a Páscoa do Senhor.

11 Oferecerá um sacrifício de Páscoa um mês depois, ao entardecer do décimo quarto dia do segundo mês. Nessa ocasião, comerá o cordeiro de Páscoa, acompanhado de folhas verdes amargas e pão sem fermento.

12 Não deixará sobrar coisa alguma do cordeiro até a manhã seguinte, e não quebrará osso algum do animal. Seguirá todos os decretos acerca da Páscoa.

13 ´Aquele que estiver cerimonialmente puro e não estiver viajando, mas ainda assim não celebrar a Páscoa, será eliminado do meio do povo. Se não apresentar a oferta do Senhor no devido tempo, sofrerá as consequências de sua culpa.

14 E, se algum estrangeiro que vive entre vocês desejar celebrar a Páscoa do Senhor, deverá seguir os mesmos decretos. Esses decretos se aplicam tanto aos israelitas de nascimento como aos estrangeiros que vivem entre vocês`.

16 ´No décimo quarto dia do primeiro mês, celebrem a Páscoa do Senhor.

3 Os israelitas partiram da cidade de Ramessés no décimo quinto dia do primeiro mês, na manhã seguinte à primeira celebração da Páscoa. Partiram triunfantemente, à vista de todos os egípcios.

1 ´A cada ano, no mês de abibe, celebrem a Páscoa em homenagem ao Senhor, seu Deus, pois foi nesse mês, durante a noite, que o Senhor, seu Deus, os libertou do Egito.

2 O sacri­fício de Páscoa será um animal do gado ou do rebanho, oferecido ao Senhor, seu Deus, no lugar que ele escolher para habitação do seu nome.

3 Comam o sacrifício com pães sem fermento. Durante sete dias, comam pão sem fermento, como fizeram quando fugiram às pressas do Egito. Comam esse pão, o pão do sofrimento, para se lembrarem, por toda a vida, do dia em que saíram do Egito.

4 Durante esses sete dias, não deve haver a mínima quantidade de fermento nas casas em toda a sua terra. E, quando sacrificarem o cordeiro de Páscoa ao entardecer do primeiro dia, não deixem sobras para a manhã seguinte.

5 ´Não ofereçam o sacrifício de Páscoa em nenhuma das cidades que o Senhor, seu Deus, lhes dá.

6 Ofereçam-no apenas no lugar que o Senhor, seu Deus, escolher para habitação do seu nome. Sacrifiquem-no ali ao entardecer, enquanto o sol se põe, no mesmo período do dia em que saíram do Egito.

10 Enquanto estavam acampados em Gilgal, na planície de Jericó, os israelitas celebraram a Páscoa ao entardecer do décimo quarto dia do primeiro mês.

11 No dia seguinte, começaram a comer pão sem fermento e grãos tostados produzidos na terra.

21 O rei Josias deu a seguinte ordem a todo o povo: ´Celebrem a Páscoa do Senhor, seu Deus, como requer este Livro da Aliança`.

22 A Páscoa não havia sido celebrada dessa forma desde o tempo em que os juízes governavam Israel, nem nos dias dos reis de Israel e de Judá.

23 Mas, no décimo oitavo ano do reinado de Josias, a Páscoa foi celebrada ao Senhor em Jerusalém.

13 Conforme Moisés havia ordenado, oferecia sacrifícios aos sábados, nas festas de lua nova e nas três festas anuais: a Páscoa, a Festa da Colheita e a Festa das Cabanas.

1 O rei Ezequias enviou uma mensagem a todo o Israel e Judá e escreveu cartas para o povo de Efraim e Manassés. Convidou todos a virem ao templo do Senhor em Jerusalém para celebrar a Páscoa do Senhor, o Deus de Israel.

2 O rei, seus oficiais e toda a comunidade de Jerusalém decidiram celebrar a Páscoa um mês depois da data estabelecida.

4 Esse plano para celebrar a Páscoa pareceu bom ao rei e a toda a comunidade.

5 Assim, fizeram uma proclamação em todo o Israel, desde Berseba, ao sul, até Dã, ao norte, convidando todos a virem a Jerusalém para celebrar a Páscoa do Senhor, o Deus de Israel. Fazia tempo que essa festa não era celebrada por um grande número de pessoas, como a lei exigia.

15 Abateram o cordeiro da Páscoa no dia catorze do segundo mês. Os sacerdotes e os levitas, envergonhados, consagraram-se e levaram holocaustos ao templo do Senhor.

17 Visto que muitos na multidão não haviam se consagrado, os levitas tiveram que matar cordeiros da Páscoa para todos os que não estavam cerimonialmente puros e que por isso não podiam consagrar os seus cordeiros ao Senhor.

18 Embora muitos dos que vieram de Efraim, de Manassés, de Issacar e de Zebulom não se tivessem purificado, assim mesmo comeram a Páscoa, contrariando o que estava escrito. Mas Ezequias orou por eles, dizendo: “Queira o Senhor, que é bondoso, perdoar todo

1 Então Josias celebrou a Páscoa do Senhor em Jerusalém, e assim o cordeiro pascal foi abatido no décimo quarto dia do primeiro mês.

6 Abatam os cordeiros da Páscoa, consagrem-se e preparem os cordeiros para os seus irmãos israelitas, fazendo o que o Senhor ordenou por meio de Moisés”.

7 Josias deu a todo o povo que ali estava um total de trinta mil ovelhas e cabritos para as ofertas da Páscoa, além de três mil bois; tudo foi tirado dos bens pessoais do rei.

8 Seus oficiais também contribuíram voluntariamente para o povo, para os sacerdotes e para os levitas. Hilquias, Zacarias e Jeiel, os administradores do templo de Deus, deram aos sacerdotes duas mil e seiscentas ovelhas e cabritos e trezentos bois.

9 Também Conanias, junto com seus irmãos Semaías, Natanael e com os líderes dos levitas, Hasabias, Jeiel e Jozabade, ofereceram aos levitas cinco mil ovelhas e cabritos e quinhentos bois.

10 O serviço foi organizado e os sacerdotes assumiram os seus lugares com os levitas em seus turnos, conforme o rei ordenara.

11 Os cordeiros da Páscoa foram abatidos, e os sacerdotes aspergiram o sangue que lhes fora entregue, enquanto os levitas tiravam a pele dos animais.

13 Assaram os cordeiros da Páscoa, como prescrito, cozinharam as ofertas sagradas em potes, caldeirões e panelas e os levaram depressa ao povo.

14 Em seguida, os levitas prepararam as ofertas de Páscoa para si mesmos e para os sacerdotes, os descendentes de Arão, pois os sacerdotes haviam ficado ocupados desde a manhã até a noite, oferecendo os holocaustos e as porções de gordura. Os levitas se encarregaram de todos os preparativos.

15 Os músicos, descendentes de Asafe, estavam em seus lugares, segundo as ordens de Davi, Asafe, Hemã e Jedutum, vidente do rei. Os guardas das portas não precisaram deixar seus postos, pois seus parentes, os levitas, também lhes prepararam as ofertas de Páscoa.

16 Toda a cerimônia para a Páscoa do Senhor foi realizada naquele dia. Os holocaustos foram sacrificados no altar do Senhor, como o rei Josias havia ordenado.

17 Todos os israelitas presentes em Jerusalém celebraram a Páscoa e a Festa dos Pães sem Fermento por sete dias.

18 A Páscoa não havia sido celebrada dessa maneira desde o tempo do profeta Samuel. Nenhum dos reis de Israel havia comemorado a Páscoa como o rei Josias, com todos os sacerdotes e os levitas, os habitantes de Jerusalém e o povo de todo o Judá e Israel que estavam presentes na cidade.

19 Essa comemoração de Páscoa ocorreu no décimo oitavo ano do reinado de Josias.

19 No dia 21 de abril, o povo que havia regressado do exílio celebrou a Páscoa.

20 Os sacerdotes e os levitas haviam se purificado e estavam cerimonialmente puros. Abateram o cordeiro da Páscoa por todos que regressaram, por seus colegas, os sacerdotes, e por si mesmos.

21 Todo o povo de Israel que havia regressado do exílio participou da refeição de Páscoa, junto com todos que haviam deixado os costumes impuros dos povos que ali viviam a fim de adorar o Senhor, o Deus de Israel.

21 ´No décimo quarto dia do primeiro mês, vocês celebrarão a Páscoa. Essa festa durará sete dias. O pão que comerem durante esses dias será feito sem fermento.

22 No dia da Páscoa, o príncipe fornecerá um novilho como oferta pelo pecado em favor de si mesmo e do povo de Israel.

35 Versículos sobre Páscoa no Novo Testamento

2 ´Como vocês sabem, a Páscoa começa daqui a dois dias, e o Filho do Homem será entregue para ser crucificado`.

5 ´Mas não durante a festa da Páscoa, para não haver tumulto entre o povo`, concordaram entre eles.

17 No primeiro dia da Festa dos Pães sem Fermento, os discípulos vieram a Jesus e perguntaram: ´Onde quer que preparemos a refeição da Páscoa?`.

18 Ele respondeu: ´Assim que entrarem na cidade, verão determinado homem. Digam-lhe: ´O Mestre diz: Meu tempo chegou e comerei em sua casa a refeição da Páscoa, com meus discípulos“.

19 Então os discípulos fizeram como Jesus os havia instruído e ali prepararam a refeição da Páscoa.

15 A cada ano, durante a festa da Páscoa, era costume do governador libertar um prisioneiro, qualquer um que a multidão escolhesse.

1 Faltavam dois dias para a Páscoa e para a Festa dos Pães sem Fermento. Os principais sacerdotes e mestres da lei ainda procuravam uma oportunidade de prender Jesus em segredo e matá-lo.

2 ´Mas não durante a festa da Páscoa, para não haver tumulto entre o povo`, concordaram entre eles.

12 No primeiro dia da Festa dos Pães sem Fermento, quando o cordeiro pascal era sacrificado, os discípulos de Jesus lhe perguntaram: ´Onde quer que lhe preparemos a refeição da Páscoa?`.

14 Digam ao dono da casa em que ele entrar: ´O Mestre pergunta: Onde fica o aposento no qual comerei a refeição da Páscoa com meus discípulos?`.

16 Então os dois discípulos foram à cidade e encontraram tudo como Jesus tinha dito, e ali prepararam a refeição da Páscoa.

6 A cada ano, durante a festa da Páscoa, era costume libertar um prisioneiro, qualquer um que a multidão escolhesse.

41 Todos os anos, os pais de Jesus iam a Jerusalém para a festa da Páscoa.

1 A Festa dos Pães sem Fermento, também chamada de Páscoa, se aproximava.

8 Jesus mandou Pedro e João na frente e disse: ´Vão e preparem a refeição da Páscoa, para que a comamos juntos`.

11 digam ao dono: ´O Mestre pergunta: Onde fica o aposento no qual comerei a refeição da Páscoa com meus discípulos?`.

13 Eles foram e encontraram tudo como Jesus tinha dito, e ali prepararam a refeição da Páscoa.

15 Jesus disse: ´Estava ansioso para comer a refeição da Páscoa com vocês antes do meu sofrimento.

17 (Era necessário libertar-lhes um prisioneiro durante a festa da Páscoa.)

13 Era quase época da festa da Páscoa judaica, de modo que Jesus subiu a Jerusalém.

23 Por causa dos sinais que Jesus realizou em Jerusalém durante a festa da Páscoa, muitos creram nele.

45 Mas, uma vez que os galileus haviam estado em Jerusalém para a festa da Páscoa e visto tudo que Jesus fizera, eles o receberam.

4 Era quase tempo da festa judaica da Páscoa.

55 Faltava pouco tempo para a festa judaica da Páscoa, e muita gente de toda a região chegou a Jerusalém para participar da cerimônia de purificação, antes que a Páscoa começasse.

56 Continuavam procurando Jesus e, estando eles no templo, perguntavam uns aos outros: ´O que vocês acham? Será que ele virá para a Páscoa?`.

1 Seis dias antes de começar a Páscoa, Jesus chegou a Betânia, onde morava Lázaro, o homem que ele havia ressuscitado dos mortos.

12 No dia seguinte, correu pela cidade a notícia de que Jesus estava a caminho de Jerusalém. Uma grande multidão de visitantes que tinham vindo para a Páscoa

20 Alguns gregos que tinham vindo a Jerusalém para adorar durante a festa da Páscoa

1 Antes da festa da Páscoa, Jesus sabia que havia chegado sua hora de deixar este mundo e voltar para o Pai. Ele tinha amado seus discípulos durante seu ministério na terra, e os amou até o fim.

28 O julgamento de Jesus diante de Caifás terminou nas primeiras horas da manhã. Em seguida, foi levado ao palácio do governador romano. Seus acusadores não entraram, pois se contaminariam e não poderiam celebrar a Páscoa.

39 Mas vocês têm o costume de pedir que eu solte um prisioneiro cada ano, na Páscoa. Vocês querem que eu solte o ´rei dos judeus`?`.

14 Era por volta de meio-dia, no dia da preparação para a Páscoa. E Pilatos disse ao povo: ´Vejam, aqui está o seu rei!`.

42 Como era o Dia da Preparação para a Páscoa judaica, e uma vez que o túmulo ficava perto, colocaram Jesus ali.

4 Depois, lançou-o na cadeia, sob a guarda de quatro escoltas, cada uma com quatro soldados. A intenção de Herodes era apresentar Pedro aos judeus para julgamento público depois da Páscoa.

28 Pela , ordenou que o povo de Israel celebrasse a Páscoa e aspergisse com sangue os batentes das portas, para que o anjo da morte não matasse seus filhos mais velhos.

O Verdadeiro Significado da Páscoa

A páscoa é uma ocasião muito esperada, principalmente quando estamos em família ou com amigos, mas o que realmente torna este feriado tão especial é a celebração da ressureição do nosso Salvador , Jesus Cristo!

Para nós cristãos, a páscoa é uma das mais importantes celebrações (para alguns, a mais importante), porque evidência a importância da ressurreição de Jesus. O apóstolo Paulo afirma em sua carta que:

14 E, se Cristo não ressuscitou, nossa pregação é inútil, e a fé que vocês têm também é inútil.

Este trecho da Bíblia dá uma dimensão da importância da ressurreição para nós cristãos. Ele nos mostra que, sem a Páscoa, ou seja, sem a ressurreição de Jesus Cristo, a fé dos cristãos não teria sentido prático.

Pois a morte de Cristo foi um sacrifício voluntário, com o propósito de salvar a humanidade de seus pecados e para nos tornamos livres.

6 Ele não está aqui. Ressuscitou! Lembrem-se do que ele lhes disse na Galileia:

7 ´É necessário que o Filho do Homem seja traído e entregue nas mãos de pecadores, seja crucificado e ressuscite no terceiro dia“.

8 Então lembraram-se dessas palavras de Jesus

Qual é o verdadeiro significado da páscoa?

A Páscoa cristã é comemorada todos os anos e relembra a crucificação, morte e ressurreição de Jesus Cristo, crendo que Ele está vivo para todo o sempre. Fonte: Brasilescola

Qual dia da semana é comemorado o dia de páscoa?

A páscoa é uma celebração cristã comemorada anualmente aos domingos, conhecido como domingo de páscoa. É uma festa móvel, ou seja, a data de comemoração varia dependendo do ano. Porém, costuma acontecer entre os dias 22 de março e 25 de abril.

Músicas sobre Páscoa

Separamos algumas canções que falam sobre a páscoa, confira:

Páscoa – Cristina Mel
https://www.youtube.com/watch?v=b38xNrbMDTU

Ressuscitou – Kemuel
https://www.youtube.com/watch?v=_Nk1Pw1qwQ4

Quebrantado – Vineyard Brasil
https://www.youtube.com/watch?v=MB8Af0j3iEM

Celebrai – Mara Lima
https://www.youtube.com/watch?v=PQe6EN-ZTKo

Porque Ele vive – Fernandinho
https://www.youtube.com/watch?v=KEeaY1izalQ

Leia também:

Conclusão

Gostou do texto? Ele foi útil pra você? O que achou dos versículos bíblicos sobre a páscoa?

Comente aqui nos comentários o que achou!

Até a próxima!

Faça um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Artigos Relacionados