Início Dicionário D Direito de primogenitura

Direito de primogenitura na Bíblia. Significado e Versículos sobre Direito de primogenitura

6 min de leitura

No oriente, oprimogênito, ou o filho mais velho, gozava de certos privilégios em relação aos outros filhos. Dava-se isto de um modo especial entre os hebreus. O primogênito era consagrado ao Senhor (Êxodo 22.29).

Pertencia-lhe a excelência da dignidade e a excelência do poder (Gênesis 49.3). Quando morria o pai, recebia ele porção dobrada na distribuição dos bens de família (Deuteronômio 21.17) – e nas famílias reais era ele quem sucedia no trono (2 Crônicas 21.3).

O direito de primogenitura e os privilégios que lhe eram inerentes poderiam ser retirados por inconveniente conduta do primogênito, como no exemplo dos filhos de isaque, sendo transferidos os direitos dessa situação (Gênesis 27.37).

Davi, por direção divina, excluiu do trono a Adonias, para favorecer Salomão, sendo marcada a preferência pelo ato da unção. O filho mais velho era muito respeitado na família, e à medida que a família ia crescendo, ia ele pouco a pouco obtendo mais autoridade, vindo por esse fato a ser o maioral – ‘cabeça da casa de seu pai’ (Números 7.2, – Números 21.18, 25.14).

A ‘dobrada porção’ da herança da família, que cabia ao filho mais velho pela Lei de Moisés, explica o ter pedido Eliseu porção dobrada do espírito de Elias (2 Reis 2.9). Nas primitivas genealogias das Escrituras, o primogênito de uma linha é muitas vezes mencionado (Gênesis 22.21Gênesis 25.13) de um modo particular.

Também uma especial santidade se achava ligada no Judaísmo ao titulo de primogênito, e é neste sentido que, segundo parece, é aplicado ao Messias (Romanos 8.29Colossenses 1.18Hebreus 1.6Apocalipse 1.5) – e como co-herdeiros Dele reclamam os remidos a sua herança (Lucas 22.29Romanos 8.17Colossenses 3.24).

Direito de primogenitura – Dicionário Bíblico de Easton

Direito de primogenitura

  • Esta palavra denota os privilégios especiais e vantagens pertencentes ao filho primogênito entre os judeus. Ele se tornava o sacerdote da família. Assim, Rúben era o primogênito dos patriarcas, e assim o sacerdócio das tribos pertencia a ele.

    Essa honra foi, no entanto, transferida por Deus de Rúben para Levi (Números 3.12; Números 3.13; Números 8.18).
  • O filho primogênito também tinha destinada a ele uma porção dupla da herança paterna (Deuteronômio 21.15-17). Rúben foi, devido à sua conduta indisciplinada, privado de seu direito de primogenitura (Gênesis 49.4; 1 Crônicas 5.1).

    Esaú transferiu seu direito de primogenitura para Jacó (Gênesis 25.33).
  • O primogênito herdava a autoridade judicial de seu pai, qualquer que fosse (2 Crônicas 21.3). Por designação divina, no entanto, Davi excluiu Adonias em favor de Salomão.
  • Os judeus atribuíam uma importância sagrada à posição de “primogênito” e “primícias” quando aplicada ao Messias (Romanos 8.29; Colossenses 1.18; Hebreus 1.4-6). Como primogênito, ele tem uma herança superior à de seus irmãos e é o verdadeiro sacerdote sozinho.

Easton, Matthew George. “Entrada para Direito de primogenitura”. “Dicionário Bíblico de Easton”.

Direito de primogenitura – Dicionário Bíblico de Smith

Direito de Primogenitura

As vantagens que se acumulam para o filho mais velho. Essas não eram definitivamente fixadas nos tempos patriarcais. Um grande respeito era pago a ele na casa, e, conforme a família se alargava em uma tribo, isso crescia em uma autoridade sustentada, indefinida exceto pelo costume, em todos os assuntos de interesse comum.

Assim, os “príncipes” da congregação provavelmente tinham direitos de primogenitura (Números 7Números 21.18Números 25.14). Gradualmente os direitos do filho mais velho passaram a ser mais definidos: (1) As funções do sacerdócio na família com a bênção paterna. (2) Uma “porção dupla” da propriedade paterna era designada pela lei mosaica (Deuteronômio 21.16-17). (3) O filho mais velho sucedia à autoridade oficial do pai.

O primogênito do rei era seu sucessor por lei (2 Crônicas 21.3). Em todas essas Jesus era o primogênito do pai.

Smith, William, Dr. “Entrada para ‘Direito de Primogenitura’”. “Dicionário Bíblico de Smith”. 1901.

Direito de primogenitura – Enciclopédia Internacional da Bíblia Padrão

Direito de primogenitura

Direito de primogenitura é o direito que naturalmente pertencia ao filho primogênito. Quando havia mais de uma esposa, o primogênito era o filho que em ordem de tempo nasceu antes dos outros, aparentemente independentemente se sua mãe era esposa ou concubina.

Sara protesta contra Ismael ser herdeiro junto com Isaque, mas é possível que a concessão dos direitos do primogênito a Isaque não se devia a qualquer lei, mas sim à influência de uma esposa favorita (Gênesis 21.10).

O direito de primogenitura do primeiro filho consistia em primeiro lugar numa porção dupla do que seu pai tinha para deixar. Isso provavelmente significa que ele tinha uma participação dupla de tal propriedade que poderia ser dividida.

Não temos conhecimento certo da maneira pela qual a propriedade era herdada na época patriarcal, mas parece provável que as terras e rebanhos que eram posse da família como um todo, permaneciam assim após a morte do pai.

O primogênito tornava-se chefe da família e assim sucedia à administração da propriedade familiar, tornando-se responsável pela manutenção dos filhos mais novos, das viúvas e das filhas solteiras. Ele também, como chefe, sucedia a uma quantidade considerável de autoridade sobre os outros membros.

Além disso, geralmente recebia a bênção, que o colocava em uma relação de aliança próxima e favorecida com Yahweh. De acordo com os relatos que chegaram até nós, todos esses dons e privilégios podiam ser desviados do filho primogênito.

Isso poderia acontecer com o próprio consentimento dele, como no caso de Esaú, que vendeu seu direito de primogenitura para Jacó (Gênesis 25.29-34), ou pela decisão do pai, como no caso de Rúben (Gênesis 48.2Gênesis 49.3,4; 1 Crônicas 5.1,2) e de Simri (1 Crônicas 26.10).

Na versão deuteronômica da lei, há uma disposição proibindo o pai de fazer do filho mais novo o possuidor do direito de primogenitura, só porque sua mãe era especialmente amada (Deuteronômio 21.15-17).

A bênção também poderia ser desviada do filho mais velho. Isso foi feito quando Jacó abençoou os filhos de José, e deliberadamente colocou o mais jovem antes do mais velho (Gênesis 48.13,14,17-19); mesmo quando a bênção era obtida pelo filho mais novo de maneira fraudulenta, ela não podia ser revogada (Gênesis 27).

Jacó não parece ter herdado nenhuma das propriedades de seu pai, embora tenha obtido tanto o direito de primogenitura quanto a bênção.

No Novo Testamento “direito de primogenitura”, prototokia, é mencionado apenas uma vez (Hebreus 12.16), onde a referência é a Esaú. Em várias passagens onde nosso Senhor é falado como o primogênito, como em Colossenses 1.15-19; Hebreus 1.2, a associação de ideias com o conceito do Antigo Testamento de direito de primogenitura é fácil de rastrear.

J. Macartney Wilson

Orr, James, M.A., D.D. Editor Geral. “Entrada para ‘DIREITO DE PRIMOGENITURA’”. “Enciclopédia Bíblica Padrão Internacional”. 1915.

Faça um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários