Início Dicionário C Conforto

Conforto: Dicionário Bíblico e versículos na Bíblia

4 min de leitura

Conforto – Dicionário Evangélico de Teologia Bíblica de Baker

Conforto

O conceito básico de conforto tanto no Antigo quanto no Novo Testamento é encorajamento, seja por palavras ou pela presença de outro para ajudar em tempos de necessidade. Palavras sinônimas são consolar, ajudar, dar alívio, animar, exortar e não temer.

No Antigo Testamento naham é mais frequentemente traduzido como “confortar”. Deus é o Deus de todo conforto: “Eu, eu mesmo, sou aquele que os consola” (Isaías 51.12). Deus não é apenas o criador que consola, mas ele vem em tempos de calamidade e dá ajuda.

O evangelho é dado em Isaías 40.1, onde ele exorta: “Consolem, consolem meu povo, diz seu Deus.” Os últimos vinte e seis capítulos de Isaías são frequentemente chamados de “o volume do conforto” com sua promessa de conforto presente e a promessa futura do servo sofredor que vem para dar esperança, ajuda e libertação — “para consolar todos os que choram” (Isaías 61.3).

O comando de Moisés para não ter medo (Êxodo 14.1Êxodo 20.20) é um comando destinado a trazer conforto ao povo. Isaías pretende trazer conforto ao ecoar a presença de Deus entre seu povo: “Não tenha medo, pois estou com você” (Isaías 41.10).

No Novo Testamento as palavras parakaleo e paraklesis vêm do verbo kaleo, que significa “chamar”, e da preposição para, “ao lado de”. O significado é chamar ou convocar para ajudar, pedir ajuda, estar ao lado.

Outros significados são confortar, encorajar, animar, exortar. A segunda bem-aventurança oferece uma bênção aos que choram, “pois serão consolados” (Mateus 5.4). Mas as mães cujos filhos foram assassinados por Herodes recusam ser consoladas (Mateus 2.18).

Nesses casos, o significado está intimamente relacionado a “consolar”.

As passagens clássicas de Paulo sobre conforto (2 Coríntios 1.3– – 2 Coríntios 7.2-16) sugerem a nota dominante de encorajamento. A Versão King James e a Nova Versão Internacional usam a palavra “conforto”. Deus é o autor do conforto e “nos conforta em todas as nossas tribulações, para que possamos confortar aqueles que estão em qualquer tribulação com o conforto que nós mesmos recebemos de Deus” (2 Coríntios 1.4).

Apoie Nosso Trabalho

Faça agora uma contribuição para que possamos continuar espalhando a palavra de Deus. Clique no botão abaixo:

Isso é possível através de Cristo e faz com que a paciência transborde para os outros. Paulo foi encorajado pela vinda de Tito, que recebeu o conforto da igreja de Corinto (2 Coríntios 7.4-7).

Jesus prometeu aos discípulos outro Conselheiro (Consolador, KJV) que estaria com eles para sempre. Ele é o Espírito da verdade; será enviado em nome de Jesus; ensinará todas as coisas relacionadas ao que Jesus lhes ensinou (João 14.15-27).

Ele será enviado por Jesus após Jesus ir embora. Ele aparece em nome de Cristo como mediador, intercessor, ajudador e consolador: “Ele convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo. Ele os guiará em toda a verdade.

Ele não falará por si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir” (João 16João 16.13).

Em ambos os Testamentos, Deus é o autor do conforto (Isaías 51.12; 2 Coríntios 1.3). Cristo é consolador, intercessor, advogado. O Espírito Santo é o Conselheiro enviado por Jesus para ser nosso Consolador.

A igreja e o cristão devem funcionar como consoladores (2 Coríntios 12 Coríntios 7.7).

William J. Woodruff

Elwell, Walter A. “Entry for ‘Comfort’”. “Evangelical Dictionary of Theology”. 1997.

Conforto – Enciclopédia Internacional da Bíblia Padrão

Comfort

O Novo Testamento traduz a palavra de várias formas, como “confortar,” “exortar,” “implorar,” sendo a tradução exata determinada pelo contexto. Etimologicamente, significa “chamar ao lado de,” ou seja, convocar para assistência.

Confortar é alegrar e encorajar. Tem uma força positiva ausente em seu sinônimo “consolar,” pois indica o afastamento da tristeza pela transmissão de força. A versão revisada (britânica e americana) corretamente alterou a tradução de paramutheomai da versão King James de “comfort” para “consolation.” Assim, no Antigo Testamento, “Consolai o meu povo” (Isaías 40.1) é muito mais forte do que “consolar,” que oferece apenas o poder de suportar calmamente a aflição, enquanto as esperanças mais brilhantes do futuro e os maiores incentivos para a atividade presente são os dons da graça divina aqui concedida.

H. E. Jacobs

Orr, James, M.A., D.D. Editor Geral. “Entrada para ‘COMFORT’”. “Enciclopédia Bíblica Padrão Internacional”. 1915.

Apoie Nosso Trabalho

Faça agora uma contribuição para que possamos continuar espalhando a palavra de Deus. Clique no botão abaixo:

Faça um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Artigos Relacionados