Pular para o conteúdo
Início » Dicionário » B » Burro

Burro na Bíblia. Significado e Versículos sobre Burro

Burro

Frequentemente mencionado em toda a Escritura. Das espécies domesticadas, lemos sobre,

Dos burros selvagens duas espécies são notadas, (1) aquela chamada em hebraico ‘arod, mencionada em João 39.5 e Daniel 5.21, notável por sua rapidez; e (2) aquela chamada pe’re, o burro selvagem da Ásia (João 39.6- – João 6.5João 11.12; Isaías 32.14; Jeremias 2.2Jeremias 14.6, etc.).

O burro selvagem era conhecido por sua velocidade e extrema timidez. Em alusão ao seu modo de vida, Ismael é comparado a um burro selvagem (Gênesis 16.12. Aqui a palavra é simplesmente traduzida como “selvagem” na Versão Autorizada, mas na Versão Revisada, “burro selvagem entre os homens”).

Easton, Matthew George. “Entrada para Burro”. “Dicionário Bíblico de Easton”.

Burro – Dicionário Bíblico de Smith

Ass.

Cinco nomes hebraicos do gênero Asinus ocorrem no Antigo Testamento.

  1. Chamor denota o asno doméstico macho.

  2. Athon, a comum asna doméstica.

  3. Air, o nome de um asno selvagem, que ocorre em Gênesis 32.1Gênesis 49.11.

  4. Pere, uma espécie de asno selvagem mencionado em Gênesis 12.16.

  5. Arod ocorre apenas em João 39.5, mas em que ele difere do Pere é incerto. O asno nos países orientais é um animal muito diferente do que é na Europa Ocidental. Os mais nobres e honrados entre os judeus costumavam montar em asnos. (Conosco, o asno é um símbolo de teimosia e estupidez, enquanto no Oriente é especialmente notável por sua paciência, gentileza, inteligência, submissão mansa e grande capacidade de resistência.”–L. Abbott. A cor é geralmente marrom avermelhada, mas existem asnos brancos, que são muito valorizados. O asno era o animal da paz assim como o cavalo era o animal da guerra; daí a propriedade de Cristo em sua entrada triunfal montando um asno. O asno selvagem é um belo animal.–ED.) O Sr.

    Lavard observa que em rapidez o asno selvagem (Asinus hemippus) iguala-se à gazela e ultrapassá-lo é uma façanha que apenas uma ou duas das éguas mais célebres foram conhecidas por realizar.

Smith, William, Dr. “Entrada para ‘Ass'”. “Dicionário Bíblico de Smith”. 1901.

Burro – Enciclopédia Internacional da Bíblia Padrão

Burro

Burro (chamowr ou chamor, comparar com chamar árabe, aparentemente conectado com a raiz árabe ‘achmar’, “vermelho”, mas referido por alguns à raiz hamal, “carregar”; também, mas menos comum, tanto em hebraico quanto em árabe, ‘athon, árabe ‘atan, usado em árabe apenas para as fêmeas; pereh, ou pere’, e `aradh, ou `arodh, árabe ‘ard, “burro selvagem”, e também `ayir, árabe `air, “um jovem” ou “burro selvagem”).

1. Nomes:

O nome `arodh (João 39.5) é raro; onos (Mateus 21.2).

2. Significado:

(1) Chamor deriva da raiz que significa, com toda probabilidade, “carregar um fardo” ou “acumular”. Enquanto não há analogias contidas no Antigo Testamento, essa raiz ocorre em hebraico moderno. O aramaico chamer significa “fazer uma pilha de ruínas” (do qual o substantivo chamor, “uma pilha”, usado em Juízes 15.16 em um jogo de palavras: “Com a queixada de um burro, montes sobre montes, com a queixada de um burro feri mil homens”).

A raiz também pode significar “ser vermelho”. Nesse caso, a forma nominal chamor pode ter sido derivada da pele marrom-avermelhada de um certo tipo de burro.

(2) ‘Athon, assírio ‘atanu e aramaico ‘atana’, deriva de ‘atha’ “vir”, “ir”, etc. (Furst sugere que possa ser derivado de ‘athan, aramaico `adhan, “ser esbelto”, “dócil”, etc.); ‘athonoth tsechoroth, “burros branco-vermelhos” (Juízes 5.10) designa uma raça melhor.

(3) `Ayir, árabe `airu (“burro macho”) usado para o animal jovem e vigoroso, deriva da raiz `-y-r, “afastar-se”, “escapar pela rapidez” (Hommel, Namen der Saugethiere – Juízes 121.23). Este nome é usado como paralelo a beni ‘athono (Gênesis 49.11) e como composto de `ayir pere’ (João 11.12), “potro de um burro selvagem”.

(4) Pere’, “burro selvagem”, deriva da raiz que significa “correr”, sugerindo a rapidez do animal.

(5) `Arodh, é, com toda probabilidade, uma palavra emprestada do aramaico para o hebraico pere’. O Targum usa `arodha’ e `aradha’.

3. Usos:

Das referências a esses vários nomes no Antigo Testamento, é claro que

(1) chamor era usado para fins de montaria:

(a) por homens (2 Samuel 16.2,22 Samuel 19.26; 1 Reis 2.41 Reis 13.13,23,24,27);

(b) por mulheres (Êxodo 4.20; Josué 15.18; Juízes 1.14; 1 Samuel 25.20,23,42; compare 2 Crônicas 28.15). tsemedh chamorim, “um par de burros” era usado tanto para montaria quanto para cargas (Juízes 19.3,10,19,21, etc.).

(2) Também era usado na agricultura (Isaías 32.20). Neste contexto, a lei proíbe o uso de um burro no arado com um boi (Deuteronômio 22.10). A fêmea do burro (‘athon) era usada como animal de carga (Gênesis 45.23) e para montaria (Juízes 5.10; Números 22.21,22; 2 Reis 4.24).

O ‘ayir também é mencionado como utilizado na montaria (Juízes 10.4), carregando (Isaías 30.6) e arando (Isaías 30.24).

4. Como Animal Doméstico:

Além do uso do burro na agricultura e na montaria, ele era empregado nas caravanas comerciais e até mesmo em longas expedições pelo deserto. O burro é e sempre foi um dos animais domésticos mais comuns. É um animal muito mais importante nas terras bíblicas do que na Inglaterra e na América.

O camponês mais humilde possuía seu próprio burro. Ele está associado em toda a Bíblia com atividades pacíficas (Gênesis 42.2Gênesis 22.3; 1 Samuel 16.20; 2 Samuel 19.26; Neemias 13.15), enquanto o cavalo é referido em conexão com guerra e exércitos.

Também se faz referência ao uso da carne de burro em tempos de fome (2 Reis 6.25). A origem do burro, como a de muitos animais domésticos, está perdida na antiguidade e não se pode afirmar com confiança de qual espécie de burro selvagem ele foi derivado.

Existem três raças de burros selvagens na Ásia, uma das quais é encontrada na Síria, mas todas podem ser referidas a uma espécie, Equus hemionus. A espécie africana é East asinus, e boas autoridades consideram que nossos burros domésticos descenderam desta e foram introduzidos em um período precoce em todo o Oriente.

Os árabes de Sulaib do deserto sírio, que não têm cavalos, possuem uma famosa raça de burros cinzentos rápidos e resistentes que afirmam cruzar em intervalos com os burros selvagens do deserto. Não é improvável que burros domésticos, como cães, sejam o resultado de cruzamentos com mais de uma espécie selvagem.

Como animal doméstico, precedeu o cavalo, que foi introduzido pela primeira vez no Egito pelos hicsos por volta de 1800 a.C.

5. Usos Figurativos no Antigo Testamento:

(1) chamorr garem, “um burro de ossos fortes”, é usado metaforicamente de Issacar (Gênesis 49.14); besar chamor, “o órgão genital de um burro”, é usado com desprezo (Ezequiel 23.20); qebhurath chamor, “o enterro de um burro”, é aplicado ao tratamento ignominioso de um cadáver (Jeremias 22.19); chamor é usado como símbolo de paz e humildade (2 Samuel 19.26).

Zacarias fala do futuro Messias como “humilde, e montado em um burro, até mesmo em um potro, o filho de uma jumenta” (Zacarias 9.9; compare Mateus 21.5,7).

(2) Pere’ é usado como símbolo de selvageria (Oséias 8.9), e pere’ ‘adham, “um burro selvagem de homem” (Gênesis 16.12), referindo-se a Ismael, designa um nômade livre. Em Jó, o nome pere’ é aplicado aos moradores do deserto (João 24.5).

Jeremias usa esse nome como símbolo de luxúria. Ele compara o amor de Israel pela idolatria à luxúria do burro selvagem (Jeremias 2.24).

6. Uso mais Amplo na Literatura:

O burro (‘athon) figura proeminentemente na história de Balaão (Números 22 2 Pedro 2.16). É interessante notar que Apion acusou os judeus de “colocarem uma cabeça de burro em seu lugar sagrado”, afirmando que “isso foi descoberto quando Antíoco Epifânio saqueou nosso templo e encontrou ali essa cabeça de burro feita de ouro, e valendo muito dinheiro”.

José, refutando essa absurdidade, afirma que os conquistadores romanos da Judeia não encontraram nada no templo “exceto o que era condizente com a mais estrita piedade”. Ele continua dizendo:

“Apion deveria ter considerado esses fatos… Quanto a nós judeus, não atribuímos honra ou poder aos burros, como fazem os egípcios com crocodilos e serpentes… Burros são para nós o que são para outros homens sábios; ou seja, criaturas que carregam os fardos que colocamos sobre eles” (Apion, II – 2 Pedro 7).

_LITERATURA._

G. A. Smith, Jerusalém, I – 2 Pedro 307 Lexicons de Gesenius e Furst para o Antigo Testamento; artigos em Encyclopedia Biblica e HDB.

Samuel Cohon

Orr, James, M.A., D.D. Editor Geral. “Entrada para ‘BURRO'”. “Enciclopédia Bíblica Internacional Padrão”. 1915.


2 Versículos sobre Burro no Antigo Testamento

o burro, porém, que abrir a madre, resgatarás com um cordeiro; mas, se o não resgatares, cortar-lhe-ás a cabeça; todo primogênito de teus filhos resgatarás. E ninguém aparecerá vazio diante de mim.
A mesma praga cairá sobre cavalos e mulas, camelos e burros, sobre todos os animais daquelas nações.

1 Salmos sobre Burro

Não sejam como o cavalo ou o burro, que não têm entendimento mas precisam ser controlados com freios e rédeas, caso contrário não obedecem.

2 Músicas sobre Burro

Com os Burros N'água - Fernandes Lima
https://open.spotify.com/track/2j4GpndPvzU4ciEeZD7U0i

Burro Balaão - Fernandes Lima
https://open.spotify.com/track/5mVeU7FYxm0sUHlqf3PjC0