Início Dicionário A Arnom

Arnom na Bíblia. Significado e Versículos sobre Arnom

4 min de leitura

Torrente. Um rio que servia de limite ao país de Moabe, tendo ao norte o país dos amorreus. Nasce nas montanhas da Arábia, corre através do deserto para o mar Morto, em frente de En-Gedi. Atualmente chama-se Mojeb.

O seu curso é através de uma ravina de grande profundidade. À corrente em plano segue-se uma descida precipitada, que abre caminho à água por entre precipícios de pedra calcária – a largura de crista a crista é de quase cinco quilômetros.

Em certa parte ainda ali se vêem vestígios de uma empedrada estrada romana, existindo também o arco da ponte. O rio corre por entre ricos prados, e em certos lugares há, nas margens, abundância de loureiros e salgueiros.

Quando o Arnom se precipita no mar Morto, a sua largura é de 24 m, tendo pouco mais de um metro de profundidade, com lados perpendiculares de arenita, escura, avermelhada e amarela.

Hebraico: murmurando, berrando, Torrente bravadora.

Arnom – Dicionário Bíblico de Easton

Arnom

Rápido, o limite sul do território de Israel além do Jordão, separando-o da terra de Moabe (Deuteronômio 3.8 Deuteronômio 3.16). Este rio (referido vinte e quatro vezes na Bíblia) nasce nas montanhas de Gileade, e após um curso sinuoso de cerca de 80 milhas através de um profundo desfiladeiro, deságua no Mar Morto quase em frente a Engedi.

O fluxo é quase seco no verão. Agora é chamado el-Mujeb. O território dos amorreus estendia-se do Arnom até o Jaboque.

Easton, Matthew George. “Entrada para Arnon”. “Dicionário Bíblico de Easton”.

Arnom – Dicionário de Nomes Bíblicos de Hitchcock

Arnom

Alegria; luz do sol

Hitchcock, Roswell D. “Entrada para ‘Arnon’”. “Um Dicionário Interpretativo de Nomes Próprios da Escritura”. Nova York, N.Y. – 8 Deuteronômio 1869

Arnom – Dicionário Bíblico de Smith

Arnom

O rio ou corrente que formava a fronteira entre Moabe e os amorreus, ao norte de Moabe, (Números 21.13 Números 21.14 Números 21.24 Números 21.26Juízes 11.22) e depois entre Moabe e Israel (Rúben). (Deuteronômio 2.24 Deuteronômio 2.36Deuteronômio 3.8 Deuteronômio 3.12 Deuteronômio 3.16Deuteronômio 4.48Josué 12.1 Josué 12.2Josué 13.9 Josué 13.16Juízes 11.13 Juízes 11.26) Não há dúvidas de que o Wady el-Mojeb dos dias atuais é o Arnom.

Sua principal fonte está perto de Katrane, na rota Haj.

Smith, William, Dr. “Entrada para ‘Arnon’”. “Dicionário da Bíblia de Smith”. 1901.

Arnom – Enciclopédia Internacional da Bíblia Padrão

Arnom

É mencionado pela primeira vez em Números 21.24 como a fronteira entre Moabe e os amorreus. “Os vales de Arnom” no próximo versículo, sem dúvida, indicam os numerosos vales contribuintes para o fluxo principal.

Formou o limite sul da terra designada a Rúben em Deuteronômio 3.12. A cidade de Aroer estava na borda norte do vale em Deuteronômio 2.36Juízes 12.2, etc. Arnom foi reivindicado pelos amonitas como tendo marcado o limite sul de seu território quando Israel invadiu a terra em Juízes 11.13.

No entanto, eles já haviam sido expulsos pelos amorreus, e a região ao norte de Arnom era controlada por Siom. Da inscrição de Mese na Pedra Moabita, entendemos que Moabe estabeleceu-se ao norte do Arnom antes do tempo de Omri.

Sob Omri e Acabe, ela foi confinada ao sul do rio. Uma rebelião sob Mesa foi reprimida por Jeorão, filho de Acabe, em 2 Reis 3 e a expedição de Hazael contra Israel alcançou o vale do Arnom em 2 Reis 10.33.

Mas segundo Mese, ele reconquistou para Moabe a terra perdida; e isso está de acordo com Isaías 16.2. As “passagens de Arnom” foram sem dúvida cruzadas pela estrada de Mese que ele afirma ter construído em Arnom; e podem ser marcadas pelos vestígios da antiga estrada e ponte romanas imediatamente a oeste de onde, na borda norte do Wady, fica `Ara’ir, a antiga Aroer.

W. Ewing

Faça um comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários