Início Dicionário A Alabastro

Alabastro na Bíblia. Significado e Versículos sobre Alabastro

3 min de leitura

*veja Mateus 26.7; Marcos 14.3; Lucas 737 – as passagens que descrevem o caso de ter uma mulher derramado o precioso bálsamo, contido num vaso de alabastro, sobre a cabeça do Salvador. Os antigos consideravam o alabastro (espécie de mármore branquíssimo – carbonato de cálcio), como o melhor material para conservar os seus ungüentos.

A forma usual desses frascos era redonda, bojuda no fundo, terminando para cima num estreito gargalo, que era cuidadosamente selado. Na narrativa de S. Marcos diz-se que a mulher quebrou a redoma, antes de derramar o ungüento.

Isto apenas significa a quebra do selo ou do gargalo; :mas também pode querer dizer que o vaso foi destruído para não tornar a ser usado.

Alabastro – Dicionário Bíblico de Easton

Alabastro

Ocorre apenas no Novo Testamento em conexão com a caixa de “unguento de nardo puro muito precioso”, com o conteúdo do qual uma mulher ungiu a cabeça de Jesus enquanto ele estava sentado à mesa na casa de Simão, o leproso (Mateus 26.7; Marcos 14.3; Lucas 7.37).

Essas caixas eram feitas de uma pedra encontrada perto de Alabastron no Egito, e por essa circunstância os gregos deram-lhes o nome da cidade onde foram feitas. O nome foi então dado à pedra da qual elas eram feitas; e finalmente a todos os recipientes de perfume, independentemente do material de que eram formados.

A mulher “quebrou” o vaso; ou seja, ela quebrou, como era costume, o pescoço longo e estreito para alcançar o conteúdo. Esta pedra se assemelha ao mármore, mas é mais macia em sua textura, e, portanto, muito facilmente trabalhada em caixas.

Marcos diz (Lucas 14.5) que esta caixa de unguento valia mais de 300 denários, cada um do valor de sete pence e meio do nosso dinheiro, e, portanto, valendo cerca de 10 libras. Mas se tomarmos o denário como o salário diário de um trabalhador (Mateus 20.2), digamos duas shillings do nosso dinheiro, então o total seria de cerca de 30 libras, tão custosa era a oferta de Maria.

Easton, Matthew George. “Entrada para Alabastro”. “Dicionário Bíblico de Easton”.

Alabastro – Dicionário Bíblico de Smith

Alabastro,

do árabe al bastraton, uma pedra branca ou de Alabastron, o local no Egito onde é encontrada. Ocorre apenas em (Mateus 26.7; Marcos 14.3; Lucas 7.37) Os antigos consideravam o alabastro como o melhor material para preservar seus ungüentos.

O alabastro oriental (referido na Bíblia) é um carbonato translúcido de cálcio, formado no chão de cavernas calcárias pela percolação de água. É do mesmo material que nossos mármores, mas formado de maneira diferente.

Geralmente é nublado ou listrado como ágata, por isso às vezes é chamado de mármore ônix. Nosso alabastro comum é diferente deste, sendo uma variedade de gesso ou sulfato de cálcio, usado em suas formas mais finas para vasos, etc.; na forma mais grosseira, é moído para gesso de Paris.

As notáveis lajes esculpidas de Nínive são feitas desse material.

Smith, William, Dr. “Entrada para ‘Alabastro’”. “Dicionário da Bíblia de Smith”. 1901.

Alabastro – Enciclopédia Internacional da Bíblia Padrão

Alabastro

al’-a-bas-ter (alabastron (Mateus 26.7; Marcos 14.3; Lucas 7.37)):

Na mineralogia moderna, alabastro é gesso cristalino ou sulfato de cálcio. A palavra grega alabastron ou alabastos significava um caixão de pedra ou vaso, e alabastites era usada para a pedra da qual o caixão era feito.

Essa pedra era geralmente rocha estalagmítica cristalina ou carbonato de cálcio, agora frequentemente chamado de alabastro oriental, para distingui-lo do gesso. A palavra ocorre na Bíblia apenas nos três trechos dos Evangelhos Sinóticos citados acima.

Orr, James, M.A., D.D. Editor Geral. “Entrada para ‘ALABASTRO’”. “Enciclopédia Bíblica Internacional Padrão”. 1915.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários