Início Dicionário A Abner

Abner na Bíblia. Significado e Versículos sobre Abner

8 min de leitura

Pai da luz, da sabedoria.

Meu pai é uma lâmpada. Comandante chefe do exército de Saul. O pai de Abner, chamado Ner, era irmão do pai de Saul, o qual se chamava Quis, daí serem primos Abner e Saul. Foi ele que trouxe Davi à presença de Saul, depois do combate com o gigante Golias (1 Samuel 17.67), e foi com Saul na sua expedição contra Davi (1 Samuel 26.3 a 14).

Cinco anos depois da morte de Saul e do desastroso combate em Gilboa, Abner proclamou rei de israel a is-Bosete, filho de Saul – e o novo monarca foi geralmente reconhecido, exceto por Judá, onde reinava Davi.

Seguiu-se uma guerra entre os dois reis, e houve uma batalha em Gibeom entre o exército de israel, comandado por Abner, e o de Judá sob o comando de Joabe, filho de Zeruia, irmã de Davi (2 Samuel 2.12 a 17).

Abner foi derrotado, e pessoalmente perseguido por Asael, o irmão mais novo de Joabe. Abner, em sua própria defesa, mas com relutância, matou o seu inimigo. Is-Bosete censurou insensatamente a Abner porque este se casara com Rispa, que tinha sido concubina de Saul.

Abner, indignado pela acusação que lhe faziam, passou para o lado de Davi, que lhe prometeu o principal lugar no seu exército. E Abner, em paga desta confiança, conquistaria a israel. Mas antes de poder fazer qualquer coisa neste sentido, foi ele traiçoeiramente assassinado por Joabe e seu irmão Abisai, como vingança da morte de Asael – contudo, a causa principal era o receio de que Abner os despojasse em favor de Davi.

O ato traiçoeiro foi julgado por Davi com indignação, mas razões de Estado o levaram a deixar impune aquele crime. Mostrou, porém, a sua consideração pelo general Abner, assistindo ao funeral e fazendo uma oração apropriada junto da sepultura (2 Samuel 3.33,34).

Abner – Dicionário Bíblico de Easton

Abner

Pai da luz; isto é, “iluminador”, o filho de Ner e tio de Saul. Ele era o comandante-chefe do exército de Saul (1 Samuel 14.51 Samuel 17.551 Samuel 20.25). Ele introduziu Davi pela primeira vez à corte de Saul após a vitória sobre Golias (1 Samuel 17.57).

Após a morte de Saul, Davi foi feito rei sobre Judá e reinou em Hebrom. Entre as outras tribos havia um sentimento de hostilidade para com Judá; e Abner, à frente de Efraim, fomentou essa hostilidade no interesse da casa de Saul, cujo filho Is-Bosete ele fez ser proclamado rei (2 Samuel 2.8).

Um estado de guerra existia entre esses dois reis. Uma batalha fatal para Abner, que era o líder do exército de Is-Bosete, foi travada com o exército de Davi sob Joabe em Gibeão (2 Samuel 2.12). Abner, fugindo do campo, foi alcançado por Asael, que era “leve de pés como uma gazela selvagem”, irmão de Joabe e Abisai, a quem ele atravessou com um golpe de lança (2 Samuel 2.32).

Sendo repreendido por Is-Bosete pela impropriedade de tomar Rizpa, que tinha sido concubina do rei Saul, ele encontrou uma desculpa para passar para o lado de Davi, a quem agora professava considerar como ungido pelo Senhor para reinar sobre todo Israel.

Davi o recebeu favoravelmente e prometeu que ele teria o comando dos exércitos. Naquela época, Joabe estava ausente de Hebrom, mas ao retornar descobriu o que havia acontecido. Abner acabara de deixar a cidade; mas Joabe, por meio de uma estratégia, o chamou de volta e, encontrando-o no portão da cidade em seu retorno, o atravessou com sua espada (2 Samuel 3.27; 2 Samuel 3.31-32 Samuel 4.12. Compare 1 Reis 2.5; 1 Reis 2.32).

Davi lamentou em palavras patéticas a morte de Abner, “Não sabeis que um príncipe e um grande homem caíram hoje em Israel?” (2 Samuel 3.33-38.)

Easton, Matthew George. “Entrada para Abner”. “Dicionário Bíblico de Easton”.

Abner – Dicionário de Nomes Bíblicos de Hitchcock

Abner

Hitchcock, Roswell D. “Entrada para ‘Abner’”. “Um Dicionário Interpretativo de Nomes Próprios da Escritura”. Nova York, N.Y. – 2 Samuel 1869

Abner – Dicionário Bíblico de Smith

Abner

(pai da luz).

  • Filho de Ner, que era irmão de Quis, (1 Crônicas 9.36) o pai de Saul. (por volta de 1063 a.C.) Abner, portanto, era primo de primeiro grau de Saul e foi feito por ele comandante-chefe do seu exército. (1 Samuel 14.51 Samuel 17.571 Samuel 26.5-14) Após a morte de Saul, Davi foi proclamado rei de Judá; e algum tempo depois, Abner proclamou Is-Bosete, filho de Saul, rei de Israel.

    A guerra logo eclodiu entre os dois reis rivais, e uma “batalha muito dura” foi travada em Gibeom entre os homens de Israel sob Abner e os homens de Judá sob Joabe. (1 Crônicas 2.16) Abner havia se casado com Rispa, concubina de Saul, e isso, de acordo com as visões dos tribunais orientais, poderia ser interpretado como uma intenção ao trono.

    Certo ou errado, Is-Bosete assim entendeu, e até se atreveu a repreender Abner por isso. Abner, indignado com sua ingratidão, iniciou negociações com Davi, por quem foi muito bem recebido em Hebrom. Ele então se comprometeu a obter seu reconhecimento em todo Israel; mas após deixar sua presença para esse fim, foi atraído de volta por Joabe e traiçoeiramente assassinado por ele e seu irmão Abisai, no portão da cidade, em parte, sem dúvida, pelo medo de que um convertido tão distinto à sua causa pudesse ganhar um lugar muito alto no favor de Davi, mas ostensivamente em retaliação pela morte de Asael.

    Davi, em tristeza e indignação, expressou um simples lamento sobre o herói morto. (2 Samuel 3.33; 2 Samuel 3.34)

  • Pai de Jaasiel, chefe dos benjamitas no reinado de Davi, (1 Crônicas 27.21) provavelmente o mesmo que o anterior.

  • Smith, William, Dr. “Entrada para ‘Abner’”. “Dicionário da Bíblia de Smith”. 1901.

    Abner – Enciclopédia Internacional da Bíblia Padrão

    Abner

    Abner (‘abhner; na forma mais completa em hebraico, ‘abhiner, Abiner; compare Abiram ao lado de Abram; significando “meu pai é uma lâmpada”): Capitão do exército sob Saul e Isbosete (Eshbaal). Ele era primo de Saul; Ner, o pai de Abner e Quis, o pai de Saul eram irmãos, filhos de Abiel (1 Samuel 14.50 f).

    Em 1 Crônicas 8.31 Crônicas 9.39 o texto parece estar defeituoso; leia-se: E Ner gerou Abner, e Quis gerou Saul. De acordo com 1 Crônicas 27.21, Abner tinha um filho chamado Jaasiel. Abner era para Saul o que Joabe era para Davi.

    Apesar das muitas guerras travadas por Saul, ouve-se pouco sobre Abner durante a vida de Saul. Nem mesmo no relato da batalha de Gilboa é feita menção dele. No entanto, tanto seu alto cargo quanto seu parentesco com o rei devem ter trazido os dois homens para contato próximo.

    Em ocasiões festivas, era costume de Abner sentar-se à mesa ao lado do rei (1 Samuel 20.25). Foi Abner quem apresentou o jovem Davi, fresco de sua vitória sobre Golias, à corte do rei (de acordo com o relato em 1 Samuel 17.57).

    Encontramos Abner acompanhando o rei em sua perseguição a Davi (1 Samuel 26.5). Abner é repreendido por Davi por sua negligência em guardar seu mestre (ibid. – 1 Samuel 15).

    Após a morte de Saul, Abner assumiu a causa do jovem herdeiro ao trono, Isbosete, a quem imediatamente removeu da vizinhança de Davi para Maanaim no país a leste do Jordão. Lá ele o proclamou rei sobre todo Israel.

    Pelo poço de Gibeão ele e seus homens encontraram Joabe e os servos de Davi. Doze homens de cada lado entraram em combate que terminou desastrosamente para Abner, que fugiu. Ele foi perseguido por Asael, irmão de Joabe, a quem Abner matou.

    Embora Joabe e seu irmão Abisai procurassem vingar a morte de seu irmão no local, foi efetuada uma trégua; Abner foi permitido seguir seu caminho depois de trezentos e sessenta de seus homens terem caído.

    Joabe naturalmente observava sua oportunidade. Abner e seu mestre logo tiveram uma discussão sobre a concubina de Saul, Rizpa, com quem Abner tinha intimidade. Certamente foi um ato de traição que Isbosete estava obrigado a ressentir.

    O general descontente fez propostas a Davi; conquistou a tribo de Benjamim. Com vinte homens deles, veio a Hebrom e organizou com o rei de Judá que traria todo o Israel para o seu lado. Ele mal havia partido quando Joabe soube do assunto; sem o conhecimento de Davi, ele o chamou de volta a Hebrom onde o matou, “pelo sangue de Asael, seu irmão”.

    Davi lamentou sinceramente a morte de Abner. “Não sabeis”, dirigiu-se aos seus servos, “que um príncipe e um grande homem caíram hoje em Israel?” Ele seguiu o esquife pessoalmente. Do lamento real sobre Abner um fragmento é citado:

    “Deveria Abner morrer como morre um tolo? Tuas mãos não estavam atadas, nem teus pés colocados em grilhões:

    Como um homem cai diante dos filhos da iniquidade, assim caíste.”

    (2 Samuel 3.6-38) A morte de Abner, embora assim não possa de forma alguma ser atribuída a Davi, serviu bem aos seus propósitos. A espinha dorsal da oposição a Davi foi quebrada, e ele logo foi proclamado rei por todo o Israel.

    Max L. Margolis

    Orr, James, M.A., D.D. Editor Geral. “Entrada para ‘ABNER’”. “Enciclopédia Bíblica Internacional Padrão”. 1915.

    Faça um comentário

    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    Ver todos comentários