Pular para o conteúdo
Início » Dicionário » M » Música

Música na Bíblia. Significado e Versículos sobre Música

Atribui-se a invenção da música instrumental a Jubal, o sexto descendente de Caim (Gênesis 4.21). Em Gênesis 31.26,27 há uma referência ao contentamento e aos cânticos, com tamboril e com harpa. O cântico de Miriã e das mulheres de israel, à beira do mar Vermelho, foi acompanhado de toques de tamborins e de danças (Êxodo 15.20).

A música, tanto vocal como instrumental, era usada nos serviços religiosos dos hebreus. De várias referências se deduz que os instrumentos eram de som forte e harmoniosos. Como os cânticos públicos eram cantados em respostas alternadas, fazendo-se ouvir o coro geral, depois daquelas partes do salmo que eram cantadas somente pelos diretores do canto, tornavam-se necessários instrumentos apropriados para guiar as vozes de tantas pessoas, como eram as que se reuniam por ocasião das grandes solenidades.

A música era uma parte essencial da instrução ministrada nas escolas dos profetas. Em Betel havia uma escola deste gênero (1 Samuel 10.5), bem como em Ramá (1 Samuel 19.19,20), em Jericó (2 Reis 2.5,7,15), e em Gilgal (2 Reis 4.38).

Davi reunia em volta dele cantores e cantoras, que podiam celebrar as vitórias do rei, e tornar alegres as suas horas de paz (2 Samuel 19.35). Salomão fez a mesma coisa (Eclesiastes 2.8), e ele próprio não era compositor medíocre (1 Reis 4.32).

O serviço do canto no templo era efetuado pelos levitas. Sendo de 38.000 o número de que se compunha a tribo de Levi, no reinado de Davi, 4.000 entre eles estavam afastados para louvar ao Senhor com os instrumentos que o rei tinha mandado fazer (1 Crônicas 23.5), e para os quais ele lhes ensinou um canto especial.

Parece que o rei-poeta também organizou o coro levítico e a orquestra, que de alguma forma continuaram nos tempos de Salomão, de Josafá, e ainda existiam quando se lançaram os fundamentos do segundo templo (1 Crônicas 15.16 a 242 Crônicas 7.6Esdras 3.10,11).

Entre os hebreus havia música nos casamentos, nas festas de aniversário, por ocasião das vitórias, na aclamação dos reis, e quando se realizavam as grandes festas da sua nação. (*veja Flauta, Tamborim, Trombeta. ).